sexta-feira, 31 de julho de 2009

No Limite (faltando 11 dias)

Sempre fui um fã inveterado do reality da Globo e fiquei muito feliz com a sua volta após oito anos. Ontem assisti a estréia, mas infelizmente não vou poder acompanhar essa quarta edição porque sua exibição coincide com o período da minha peregrinação e isso me fez refletir sobre algumas coisas.

Eu poderia muito bem ficar em casa levando minha vidinha de sempre, fazendo as mesmas coisas de sempre e vendo TV. Ou quem sabe pegar o dinheiro da viagem e investir em outra coisa, quem sabe um bem material? Mas eu optei por viver algo novo, optei pelo desafio real além do conforto e da segurança do sofá de casa. Conheço poucas pessoas que teriam a mesma coragem ou disposição.

No Caminho com certeza irei passar por privações, — claro que nada comparado às enfrentadas pelos participantes do No Limite — mas estou disposto a enfrentá-las. Sei que será uma experiência única de aprendizado e amadurecimento que levarei para o resto da vida. Ao contrário de um bem que pode simplesmente ser roubado na esquina, as experiências que vivemos não podem ser tiradas da gente. São para sempre. Por isso acho que fiz o investimento certo.

3 comentários:

Anônimo disse...

Tenho certeza de que você fez a escolha certa. Porque permanecer "no limite" do conhecido e do esperado??? Expanda seus horizontes, teste suas possibilidades e viva outras oportunidades e grandes emoções ... sua vida será bem mais rica, em todos os sentidos. Você, definitivamente, já não é o mesmo que era antes... Ultreya peregrino!!!! Luciana

Anônimo disse...

Nossa está chegando mesmo, no limite!Pode ter certeza estamos muito felizes por essa tua aventura.Torcemos por você!Reze por nós, que rezaremos por vocês!

Waldirene

Sandro (Alexandro Kurovski) disse...

Oi Waldi!
Fiquei muito feliz com o seu comentário. Estarei rezando por todos vocês, que considero como minha segunda família.