sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Arzúa - Monte do Gozo (34,5 km)

O clima hoje foi de despedida em cada passo. Levantei cedo, pois tinha uma distância considerável para percorrer. Estava escuro e saí sozinho. Josélia ficou no albergue fazendo curativos. Ela nao vem até aqui hoje, vai ficar em Arca do Pino ou em Santa Irene, uns 15 km antes.

Nesses últimos dias conhecemos três casais de espanhóis que fazem o caminho juntos. Os homens sao colegas de trabalho e as esposas se conheceram aqui. Eles começaram em Sarria. Uma das mulheres lembra muito a falecida Lucia Oliveira, nao só na aparência, mas também no jeito de falar e tratar as pessoas. Ela se preocupa com todos, é bem do tipo maezona, como a Lucia era.

Bom, saí sozinho e caminhei muito tempo sem ver nenhum peregrino. Os três casais haviam saído cerca de uma hora antes. Atravessei um bosque enorme no escuro, nao tive medo em momento algun. Mesmo com a falta de iluminaçao tive facilidade em ver as flechas com minha lanterninha (que aliás foi lavada ontem com o relógio no boldo da minha bermuda, mas os dois continuaram a funcionar bem). Só peguei o caminho errado uma vez e fui parar no meio das vacas leiteiras que entravam para a ordenha, mas logo me dei contra do engano. Quando amanheceu dois dos casais me alcançaram (os que andam mais rápido), tinham se perdido e andado um tempao ao lado da rodovia. Caminhei com eles até Arca do Pino, onde ficaram. Mais a frente encontrei o outro casal (o que anda mais de vagar) e eles me falaram que estavam indo para Arca também. Só que Arca já 4 km atrás! Tinham passado sem perceber. Disse que tinha encontrado os amigos deles, expliquei que haviam se perdido e que tinham ficado em Arca, mas os dois insistiram que Arca era adiante hehe. Nao sei o que fizeram. Devo vê-los novamente em Santiago.

Amanha vou chegar à Santiago sozinho pela manha, faltam só 5 km. Dá para ver a cidade daqui. Nao sei se a Jo chega mais tarde ou se chega só no domingo. De qualquer forma estou muito feliz por ter chegado até aqui. Foram 29 dias de muita estrada, sombra, ovelhas, planícies, colinas, beliches, conversas, religiosidade, pedras, vinhedos, sopas de alho, dores nas pernas e pés, saudade, idiomas, bolhas, retas, curvas, sacrifícios e empenho. Nem acredito que caminhei quase 8oo km! Nem parece tanto no fim das contas. Aprendo muito nesses dias de peregrinaçao e vou levar muitas coisas boas para casa.

Amanha chego ao meu destino final, ao objetivo que me moveu por toda essa distância. Vai ser difícil segurar a emoçao.

8 comentários:

Luciana disse...

Plagiando um certo cantor: São muitas emoções!!!! Muitas vezes será dificil dificil explicar para os nunca percorreram essa mágica trilha, mas não faltará tentativa de colocar tudo em palavras!!! Que seu Caminho tenha sido a realização dos seus sonhos e expectativas. Um abraço!

Zé William disse...

Só posso dizer:
Parabéns, parabéns e parabens.
Já estou com saudades.

Luíza disse...

Aeeeeeeeeeeee!!!!!!!!! Que maravilha, você conseguiu completar o percurso com todas as glórias! Parabéns!!!! E pra comemorar desse lado de cá: CHEGOU SEU POSTAL!! Lindo demais, que paisagens fantásticas e não imaginava que o caminho fosse tão cumprido. Suas pernas vão ter de merecer um bom descanso na volta, rs! Obrigada pela lembrança, adorei!! :)

Luciano disse...

É ta chegando parabéns para vcs dois. Fizeram história em suas vidas que vai render por muito tempo.
Um abração e até a volta.

Anônimo disse...

Parabéns. Espero que tenha sido tudo o que vc sonhou e mais. Estou com saudades. Bjs Karla

lucas gandin disse...

Sandro... confesso que me emocionei ao ler este post hoje. Acompanhar vc nessa viagem, nesse caminho, mesmo que em pensamento e virtualmente foi muito interessante e fico muito feliz que vc tenha conquistado esse objetivo tão honradamente. Parabéns e aproveite muito o dia de amanhã, senhor peregrino.

"Drª" Nathy disse...

Nossa parece que foi ontem quando vc me disse ( escreveu ) que ia fazer o Caminho, depois de tantos adiamentos, lutas, sacrifícios e planejamento, com muita dedicação e empenho vc conseguiu!! Estou orgulhosa de vc!!! Venceu limites e alcançou seu objetivo, só posso dizer Parabéns! Vc é um vencedor! Quanto a segurar a emoção, simples, não segure! Vc fez por merecer sentí-la, então se tiver que chorar, chore. se tiver que rir, ria. Se tiver que gritar, grite. Deixe que toda essa emoção flua através de todo o seu corpo, não reprima e não deixe que ninguém tente te reprimir com olhares tortos, vc merece aproveitar cada pedacinho dessa emoção, ela é sua por direito conquistado! Bjs.

Sylvia disse...

Então não segure a emoção! Deixa rolar! :-)))

Parabéns pela conquista. A sensação de 'dever cumprido' é indescritível. Agora a pergunta do milhão que vc vai se fazer é: 'qdo eu volto?' :-)

bjs, buen Camino!