terça-feira, 8 de setembro de 2009

Sarria - Portomarin (22 km)

Em Sarria só tive tempo de me instalar no albergue, lavar a roupa, postar no blog, procurar um telefone para ligar para casa e jantar. Quando estava procurando o telefone topei com o Marco na rua. A última vez que o vi foi em Ponferrada.

Hoje o caminho foi tranquilo. Andei por bosques e estradinhas ladeadas pro muros de pedra. Eram quilometros de muros de pedra. Caminhei sozinho o tempo todo e me sentia muito bem comigo mesmo. Me emocionei ao lembrar das coisas que vivi no caminho até aqui, das pessoas que conheci e que ficaram para trás, da minha família no Brasil, dos amigos... Passou um filme da vida na minha mente hehe.

Passei pelo marco que indica 100 km até Santiago. Desde que entramos na galícia tem esses marcos na beira do caminho, numa espécie de contagem regressiva de 500 em 500 metros. Às vezes eles me dao nos nervos.

Pois é, falta pouco. Santiago de Compostela está cada vez mais perto. Em poucos dias estaréi lá.

No albergue encontrei uma brasileira, a Denise, que começou o caminho hoje em Sarria. Muita gente comça lá para afzer só esses últimos 100 km mesmo, o mínimo exigido para receber a Compostelana.

A Jo me alcançou aqui. Chegou mais tarde. Dormiu no albergue de Calvor, 4 km antes de Sarria. Ela disse que a Andrea também estava lá.

Portomarim é uma cidade com uma história interessante. Foi toda reconstruída na década de 60 devido a consrruçao de uma barragem no rio Miño. A igreja da cidade foi desmontada e recosntruída pedra por pedra na época.

Chegada a Portomarin


Os muros de pedra que cercam o caminho


Parada para apreciar a vista


O Marco: 100 km até Santiago (Todo vandalizado o pobre)


Ponte sobre o rio Miño


Entrada da Cidade. Resolvi encarar as "escaleras"

A Igreja que foi reconstruída pedra por pedra

7 comentários:

Sandro (Alexandro Kurovski) disse...

Acabei esquecendo de comentar que hoje está um calor de rachar. Já tomei uns 3 litros de água e uns 2 sorvetes! Tem picina por 1 euro, mas so de pensar em ficar fora da sombra (mesmo que dentro da água) eu já começo a suar hehe.

Luciana disse...

Dizem que quando começamos o Caminho, ficamos pensando em toda a distância que ainda temos que caminhar... A medida em que nos aproximamos de Santiago, principalmente nos últimos 100 Km, por incrível que pareça, a gente começa a pensar que poderia demorar um pouquinho mais... Já vai batendo uma saudade do Caminho... Realmente passa um filme na nossa mente... Aproveite peregrino!!! Ultreya. Luciana

Solange disse...

Ah, Sandro! é tudo muito lindo na Galícia! Já reparou que os galegos falam quase português? (Algumas palavras, é claro. Acho que exagerei).
Lindas suas fotos!

"Drª" Nathy disse...

Isso aí amigo, vc já está na reta final, o que são 100 km diante de todos os outros que vc já andou??
Aproveite esses momentos de reflexão a só para por os pensamentos em dia, organizar suas idéias e por que não , para sonhar um pouco acordado.Faz bem soltar a imaginação nessas horas...fique com Deeus e continue a andar...bjs

Janaina Neves disse...

Sandro,
Estou acompanhando seu blog desde o começo e tenho vivido cada pedacinho do que você compartilha com a gente. Estou indo com uma amiga no dia 27/09, moro no Rio de Janeiro e estamos muito ansiosas! Pelo o que parece, como você mesmo comentou, aí é infinitamente melhor do que contam!
Bom caminho para você!
Que a sua busca seja alcançada!
Abraços!

Zé William disse...

É Amigo, estais na reta final, já ficaram aproximadamente 700km sob o solado da bota.
Estava mostrando para Ana Lucia (minha outra metade)a tua obra ela de deseja muita força e diz que vai fazer com 2 pares de havaianas (ela que fazer diferente igual a Lilia e a irmão que usaram saia).
Vaia con Dios hombre.

Sylvia disse...

Falta pouco, peregrino!
Vá bem devagarinho, pq os últimos km passam voando e já já vc vai estar morrendo de saudades do Caminho. :-)
Tô acompanhando sempre suas aventuras por aqui.
bjs, buen Camino!